Pelo Fim.

"E eu me visto de saudades
Do que já não somos nós"
(Leoni)




Chegou o final de julho, agosto se aproxima e algumas pessoas morrem de medo, nunca tive grandes problemas, nem grandes soluções, a parte mais difícil é porque agosto é meu aniversário e sempre alguma coisa difícil bate a minha porta por esses tempos, seja como lembrança ou como um fato novo, exigindo de mim mais calma, mais força, mais paz. Mas não foi por isso que chamei Mariana pra conversar. Era uma quarta, e as quartas-feiras sim me dão medo. Tudo acontece numa quarta-feira, pode reparar. Talvez porque as pessoas caem em um absoluto tédio no meio da semana, o meio, nem quente, nem frio, nem pouco, nem muito, era assim que eu me sentia, no mais odiável meio termo, que é pior que o nada. Mas Mariana parecia saber das coisas, sentada na escada ela me disse:
_ você começa tudo pelo fim. Uma paixão tão grande que o mundo em volta parece ter menos valor, e vai se doando, vai perdoando, vai se perdendo, vai insistindo até acreditarem que nada mais te para. Mas você também cansa, mas não deixa ninguém ver, e quando percebem você já se foi. Isso é começar pelo fim. Pra você já é amor antes de ser.
_ E o que é o começo? - Perguntei com certa indignação.
_ O começo é gostar de quem gosta de você, é sentir bem devagar, é se deixar conquistar. Amor é com o tempo e os duradouros são amenos. Nem todo mundo pega um avião e some, muito menos se entrega ao desconhecido de olhos fechados sem se importar com o resultado. As pessoas não são você.
Mariana me dizia todas essas coisas porque repreende toda essa intensidade que carrego, quase um fardo, que me faz ter aversão a tudo que não me tira do chão.Talvez ela tenha razão, ela se casou, teve filhos lindos, mas demorou um bom tempo pra se apaixonar, talvez ela nem saiba o que é isso.
Nada me cortava mais que o silêncio e como eu ia construindo meus sonhos no efêmero. Sou capaz de acreditar nas promessas mais idiotas, o difícil é me fazer acreditar. 
Mariana levantou para ir embora e eu disse:
_ Não sei o porque eu sou assim. Eu preciso tanto de cuidados, de gente que consegue ler o que eu quero bem nos meus olhos. Só quero ser de alguém e que esse alguém seja meu. Eu sou difícil, quero muito, exijo muito, mas eu amo muito também. Não sou simples, sou composta, complexa. Quero alguém que se disponha as minhas loucuras, meus beijos, que me cubra com suas intensidades também.
Mariana não me disse mais nada, só me deu aquele sorriso de mulher mais velha, achando tudo aquilo uma perda de tempo.

E eu fico me perguntando se amor é isso mesmo? É algo que começa apenas por gostar da companhia, se é mais razão e menos sentir. Se começa assim tão apático.

E durante os meus 23 anos eu nunca consegui terminar nada do que comecei. Até nos meus relacionamentos eu esperava ao máximo que alguém fizesse isso por mim. As vezes dava certo, outras não. Mas quando termino é da mesma forma que começo, com um irrevogável pra sempre. Um alto e claro pra sempre. Sem dúvidas. Até as minhas saudades tem fim, não importa quanto tempo isso demore pra acabar. No fundo as pessoas não entendem que é como Caio Fernando disse: "Um jardim difícil de cuidar e que homens que gostam de praticidade nunca vão conseguir."
talvez eu não saiba mesmo amar, dou na mão do desconhecido aquilo que tenho de mais precioso e de quem me quer bem, eu viro as costas, eu canso. Talvez eu goste mesmo daquilo que é impossível.
Antes que ela fosse e no meio de um suspiro eu disse:
_Será que alguém um dia vai me ensinar a amar e aprender a me amar também? Mesmo eu sendo toda essa confusão?
Mariana não me respondeu, só sorriu e o seu olhar tinha a reprovação da minha ansiedade e impaciência. Principalmente por não saber enxergar alguém que provavelmente eu estava deixando escapar.

Eu não sei o que essa espera toda me traz. Hoje eu tenho poucas certezas e muitas perguntas. Mas eu to indo em frente, em algum lugar. Só espero que alguma coisa boa e verdadeira me surpreenda. 
E que a vida me faça ver coisas que eu não enxergo. Me faça ver o errado e aprender o certo sem magoar ninguém.


Meu beijo, Kaká.






Ps.: Mariana não existe. As coisas que ela disse são coisas que as pessoas me dizem ou disseram ao longo do tempo.



4 comentários:

Anônimo disse...

Você é uma pessoa com tudo para ser feliz. Você demonstra seus sentimentos com tanta paixão e poesia mas na hora de se apaixonar acaba atraindo e aproximando aqueles que não querem/trazem a estabilidade e o equilíbrio que sua vida e seu coração pedem.

"Te desejo não parar tão cedo, pois toda idade tem prazer e medo. E com os erram feio e bastante que você consiga ser tolerante. E se você ficar triste que seja por um dia e não um ano inteiro..." Enfim, desejo para você além de alguém para amar (e de preferência ser amado verdadeiramente com a mesma intensidade, ou maior), desejo o equilíbrio, a concentração, a força para encarar os desafios do dia-a-dia e buscar um objetivo maior.

Tenha forças para alcançar o maior amor de todos, o seu, pq amigos já te amam e certamente, um dia, alguém te dará o carinho, respeito e atenção que você merece e deseja.

O prazer, a festa e a alegria podem ser bons, mas não são constantes... Às vezes um amigo distante te deseja o bem do fundo do coração, te manda votos de felicidade e alegria, que é o que te desejo.

Um abraço!

Kaká disse...

Poxa, querido anônimo, obrigada.

Obrigada por todo o carinho. E te desejo tudo isso também, mesmo sem saber quem é vc hehehehe.

Só me falta aprender a deixar essa intensidade em algum canto e aprender a dar valor pra quem merece.
Mas eu sei que isso um dia a gente aprende, espero que sem magoar ninguém.

Beijosss

Carolzinha disse...

pensei, poxa mas essa mariana se parece comigo as vezes,, fiquei chateada.. rsrs... aiai amiga, acho que mariana já te disse tudo, e acredito sim nesse trecho que disse que o amor vem de uma forma meio apática, sem graça sei lá, a gente não espera que vai ser amor... te amo.. beijos. adorei o texto.

Alan Brum disse...

Opaa... Esse é só o melhor de todos que eu já li. Essa Mariana parece saber das coisas rs. Mas sério, li mais de uma vez e tá na hora de ter uma página no facebook pra todo mundo poder curtir tb. Só não rouba os meus curtidores rs. E teve uma parte que lembrou uma coisa que escrevi. A parte que você fala que os amores duradouros são amenos... O que eu escrevi é: Quanto mais amor, mais amenos ficamos.
Beeijo!