Perdóname

Fatos consumados, decisoes que mudam a historia, todo o contexto, todo o enrredo, todo o rumo. Talvez voce nao me conheça, quem sabe por falta de tempo ou por total desinteresse, isso nao importa mais.



Todo nosso encontro, virou desencontro antes de ser. Falo por mim, que fico aqui sem noticias, com o coracao divido, espaco vazio, gritando pra ser preenchido e nao vejo manisfecao sua pra ser. E em um rodopio, loucura do destino, volta o sempre e tudo me confunde de novo, sei que nessa viagem ou volto decidida ou mais confusa ainda, mas volto.


Talves seja esse meu calcanhar de aquiles, essa vontade exacerbada de tudo o que me tira o folego, de querer tudo o que é meu por direito e voce sabe que nao abro mao disso. E todo mundo contexta, quer me impedir de ir, como se minha decisao nao tivesse sido tomada, já é fato consumado, besteira tentar impedir.


Às vezes, fico me perguntando quantas resultados da prova dos 9 tenho que ter. Quero coracoes juntos, historias diferentes, nao importa quem veio antes ou depois, me importa o agora, o que vai ser, quem voce vai ser comigo. Me perdoa, amor. Mas amor a gente aprende a tambem deixar, entenda a falta de amor me leva a me permirtir viver um novo amor que outra pessoa esteja disposta a dar. Amor que vc nega. 


Entao vem comigo, faz mesmo tudo diferente dessa vez, mostra que ele só apareceu pra que você pudesse voltar, um gesto seu e meu pode mudar por completo nossos roteiros. Nao perde tempo nao porque eu nao perco mais. Tem muita estrada, muita coisa pra ser desvendada ou me quer e vem ou me deixa em paz.


Me perdoa, amor. Agora sigo meu caminho e nao olho mais pra traz, nada vai me parar, nem você. Já perdi muito, me queimei muito, tem algo muito grande me esperando e pra isso que corro agora. Me perdoa, amor. Eu te avisei, que eu cansei de perdoar.

te avisei que nao sou a mais facil das mulheres, preciso ser cultivada com a maxima atencao. Avisei que nao me nego a ir embora, que nao me nego a viver novas historias, se vc me negar.

Me perdoa, amor, dessa vez nao vou te perdoar. To indo viver um velho novo amor e nao vou voltar.


Kaka.

3 comentários:

Alan Brum disse...

Eu não sou capaz de escrever tanto. Prefiro vc indignada e decidida do que triste e presa a alguma coisa, tipo o passado. Se foi bom, guarda e usa as lembranças pra sorrir. Se algo mudou e isso não te fez bem, muda e deixa isso pra trás, e segue. A vida tem muita coisa pra te fazer viver e não duvido que você queira ou não esteja disposta pra isso. Beijo!

GataVadia disse...

Oi, muito legal seu blog, gosto muito. Seu blog é meu vizinho da direita kkkkkk ou seja,é o seguinte ao meu BoaBaiEla, entrei por curiosidade, gostei e passei a te seguir
Beijinhos

✪ŴΞŞłΞ¥ disse...

Mais uma vez surpreendido com suas palavras,muito massa,gostei muitoooooo.